Google ignora a Páscoa pelo 18º ano seguido e cristãos reclamam

O site de buscas Google, o mais popular do mundo ignorou pelo 18º seguido a comemoração da Páscoa. Nenhum doodle – como são chamadas as imagens comemorativas da ferramenta – fez menção à festa judaica ou à cristã, que foram comemoradas no mesmo dia.

A última vez que a empresa fez alguma referência à Páscoa foi em 2000, quando usou dois ovinhos coloridos para substituir a letra “o” do logotipo.  A ausência da celebração cristã, como também ocorre com o Natal, recebe atenção porque o Google é a página inicial de milhões de pessoas. Também é o site mais usado do mundo, fazendo parte da rotina diária da maior parte dos usuários de internet do planeta.

Muita gente usou o Twitter  para reclamaram sobre a Páscoa não ter sido mencionada pelo Google, afinal trata-se da celebração da crença central do cristianismo – que Jesus morreu e ressuscitou.

Além de algumas reclamações esporádicas nas redes sociais, a rede Fox News,conhecida pelo posicionamento mais conservador, deu espaço ao tema.

O gigante das buscas, por outro lado, decidiu celebrar o Dia da Mentira – inserindo o jogo “Onde Está Waldo?” No Google Maps.

Procurado pela Fox, a resposta oficial do Google foi: “Não temos Doodles para comemorar feriados religiosos, de acordo com nossas diretrizes atuais. Doodles podem aparecer em algumas datas que possuem origem religiosa, mas vão além disso, como o Dia dos Namorados, o Festival de Holi, o Tu B’Av e o período de festas em dezembro, mas não incluímos imagens nem simbolismo religiosos”.

Contudo, essa não é toda a verdade. A página inicial do Google rotineiramente lembra da morte de personalidades bem menos importantes que Jesus. É comum surgirem Doodles, por exemplo, no início da comemoração do Ramadã (mês sagrado para os muçulmanos).  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *