Querem tirar seus filhos de você

O Estado é apenas uma instituição e não possui características de uma pessoa. Não tem coração e é dirigido por quem está mais interessado em satisfazer a si mesmo do que ao povo.

A criança não é propriedade do Estado. Ela é um ser único e muito valioso, que deve ter a liberdade de se submeter, voluntariamente ao programa formador que ela quiser. É dever da família preparar a criança para ser capaz de fazer esta escolha.

A família cristã leva a criança até Jesus e a deixa nas mãos dele. O Estado é apenas uma instituição e não possui características de uma pessoa. Não tem coração e é dirigido por quem está mais interessado em satisfazer a si mesmo do que ao povo. Uma instituição não ama, apenas cria um programa construtor de conhecimento.

As instituições religiosas, que são administradas como se fossem empresas, correm o risco de cair no mesmo erro. A história é as profecias bíblicas mostram claramente, que a tendência desse tipo de instituição é naufragar.

O estado é laico, amoral, não religioso e às vezes imoral. Para sermos absolutamente sinceros, o Estado se mostra incompetente para tomar em suas mãos o seu próprio destino e de quem quer que seja. Quem confiaria seus filhos a um sistema desse?

Eu já fui criança e o modo como o estado me trata não tem nada a ver com amor e doação, coisa que somente minha mãe fez por mim.

O estado suga o meu trabalho, dinheiro e esforço para subsistir e premiar os seus privilegiados.

Já mostrou, largamente, seu desinteresse para tratar minhas doenças, me alimentar convenientemente. Em contrapartida, é eficiente para sugar meus recursos pessoais e exigir que eu esteja disposto a matar e morrer por ele.

Diante disto, quanto mais longe eu colocar meus filhos e netos deste olhar de lobo faminto do qual o Estado está tomado, melhor.

Ele não trata criança nenhuma pessoa como um filho, não morre pelos meus meus netos, bem por nenhuma das pessoas que amo e não faz nenhum sacrifício eficiente para resolver nossos problemas mais fulminantes. Até agora o meu relacionamento com o estado foi de dar para ele quase a metade do que ganho e de me tornar na fonte mantenedora para as suas necessidades, incompetências e falcatruas.

Quem confiaria a sua vida a uma coisa dessas? O Estado não passa de uma coisa e jamais será gente, cujo coração pulsa movido por amor.

O Estado deveria ser controlado e não o controlador.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Canal Cristão.

Fonte: Guiame, Ubirajara Crespo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *