360 Way Up promove Encontro Cultural de Economia Criativa Cristã

Evento contou com as presenças de Sergio Sá Leitão, ministro da Cultura e Christian de Castro, diretor-presidente da ANCINE

Aconteceu na última segunda-feira (28) o Encontro Cultural de Economia Criativa Cristã. Com realização da 360 Way Up, o evento aconteceu no Teatro Riachuelo, no centro do Rio de Janeiro e reuniu profissionais do segmento cultural cristão de várias partes do país.

Com o objetivo de fomentar o setor e atrair incentivos e parcerias potenciais para o mercado, o encontro, que reuniu cerca de 200 pessoas, recepcionou seus convidados com um coquetel e seguiu por toda a noite.

Ygor Siqueira, CEO da 360 abriu o evento dando as boas vindas e agradeceu o apoio do ministério #ÉNecessário, liderado por Jayme Eduardo. Em seguida, por volta das 20h, André e Naiane Câmara comandaram a apresentação do cenário cultural real envolvendo televisão, rádio, cinema, teatro e música.

No palco, tiveram a oportunidade de explanar mais sobre cada tema personalidades como Maurício Soares, diretor da Sony Music Gospel, Veronica Brendler e a diretora do FICC – Festival Internacional de Cinema Cristão. Caique Oliveira, líder da Cia de teatro Jeová Nissi mandou um recado aos presentes através de um vídeo onde contou um pouco da sua história e sua felicidade em participar daquele momento.

Aline Barros, cantora de renome do segmento, abrilhantou a noite cantando Sonda-me, um dos sucessos de sua carreira acompanhada de um coral de crianças. Visivelmente emocionada, Aline demonstrou muito orgulho em participar deste primeiro encontro e como ele é importante, inclusive, para fomentar as produções voltadas para as famílias brasileiras e, consequentemente, as crianças.

A segunda parte da noite se deu com dois momentos muito esperados pela plateia: As apresentações de Christian de Castro, diretor-presidente da ANCINE – Agência Nacional de Cinema e do Ministro da Cultural, Sergio Sá Leitão.
Em sua vez, Christian de Castro revelou que entende o potencial do segmento e declarou que as portas da agência estão abertas para produtores. “Queremos demonstrar que enxergamos as produções de conteúdo audiovisuais no Brasil de forma igualitária. Criado e exibido por todos os públicos e para todos os públicos. Nosso objetivo é aumentar a capacidade de produzir essas obras atendendo a diversidade cultural do nosso país.

Sergio Sá Leitão, Ministro da Cultura foi quem fez a apresentação que marcou o encerramento da noite. Seu discurso foi marcado por gratidão e demonstração de apoio aos produtores cristãos. Disse que o Estado não pode discriminar ninguém nem praticar preconceito religioso e declarou: “O MinC não promoverá qualquer forma de discriminação a projetos do setor que recorram a mecanismos de fomento à cultura, como a Lei Rouanet e o Fundo setorial do Audiovisual (FSA). Vocês serão sempre bem-vindos e acolhidos no Ministério da Cultura, pois o que vocês fazem no seu dia a dia como artistas, como produtores culturais, é arte, é cultura“, disse o ministro no encontro.

Além do tratamento não excludente da economia criativa cristã e das demais formas de produção cultural existentes no país por parte do MinC, Sá Leitão destacou também as oportunidades oferecidas por mecanismos públicos de fomento ao audiovisual até então desconhecidas por alguns dos diretores, artistas e produtores presentes. Destacou os R$ 471 milhões oferecidos ao setor por meio do programa #AudiovisualGeraFuturo – que consiste em editais para cinema e televisão destinados a ampliar a performance do produto brasileiro no mercado interno e externo – e os recursos disponíveis por meio da Lei Rouanet. “Temos R$ 1,43 bilhão na Lei Rouanet este ano e estamos empenhadíssimos em atingir essa marca. Parte dessa expansão pode se dar justamente no segmento cristão, onde temos um potencial de crescimento imenso“, projetou o ministro.

Com sentimento de dever cumprido, Ygor Siqueira voltou ao palco do teatro para fechar o evento que foi considerado por muitos um marco histórico para o segmento cristão no Brasil. “Estar à frente desse evento foi um presente de Deus. Principalmente pela visão da nossa empresa que é fomentar e ajudar o crescimento do audiovisual no nosso país. Proporcionar um momento propondo diálogo sobre cultura cristã foi muito além do que nós imaginávamos. Toda equipe e envolvidos em geral estão de parabéns. Um verdadeiro sucesso!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *