Pastor alerta cristãos frios na fé: “Temos que estar dispostos a sofrer”

Francis Chan disse que a Igreja precisa estar mais preocupada com o Evangelho do que com o tempo de culto ou com o louvor.

O evangelista Francis Chan chamou a Igreja americana de “embaraçosa” por estar mais preocupada com oradores, música e tempo de culto do que com o verdadeiro Evangelho. “Eu não quero ser crítico, mas a igreja cristã na América acaba sendo ridícula”, disse ele durante seu sermão.

Chan falou sobre uma recente viagem a Israel e como ele viu tantas pessoas de diferentes religiões fervorosamente adorando em Jerusalém.

“Você tem multidões de pessoas no Muro das Lamentações orando por causa do que elas acreditam. Você tem muçulmanos, milhares de pessoas no Monte do Templo orando. Você tem pessoas de todos os tipos de religiões diferentes que vão atrás daquilo que eles acreditam”, disse.

“E então você tem o cristianismo na América, onde as pessoas aparecem dependendo do orador, dependendo da banda, e aparecem por talvez uma hora por semana, se é bom o suficiente para elas”, Chan compartilhou.

“Você já tentou ver como a igreja parece da perspectiva de um estranho?”, questionou o pastor.

Ele admitiu que também era culpado de ser distraído com grandes conferências da igreja, grupos de louvor e pregadores carismáticos. “É embaraçoso. Olho para trás e digo: ‘Deus, sinto muito'”, disse ele.

Apesar das palavras, Francis Chan tem esperança. “Você sabe o que, nós podemos mudar… Temos que dar a Deus a glória que Ele merece e temos que estar dispostos a sofrer o que for preciso, para nos afastarmos do nosso pecado”, colocou.

“Precisamos confessar Jesus como Senhor e Salvador, porque acreditamos no que os discípulos fizeram – que Jesus ressuscitou dos mortos”, ele insistiu. “Nós vamos nos tornar pessoas que não apenas amam quando uma pessoa prega de uma maneira que eles gostam, nós devemos ser pessoas da Bíblia”, finalizou o pastor.

Com informações da CBN News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *